Restabelece
o trânsito intestinal.1

Síndrome de Burnout: O que é e como evitar?

9 de setembro de 2020

Você já se sentiu extremamente cansado e esgotado após períodos estressantes no trabalho? Saiba que não é o único: a Síndrome de Burnout é um distúrbio emocional que gera exaustão extrema, estresse e esgotamento físico e sua principal causa é o excesso de trabalho1.

A doença é tão séria que foi incluída na Classificação Internacional de Doenças da Organização Mundial da Saúde (OMS) em 2019, como “problemas associados” ao emprego ou ao desemprego 2. “É a primeira vez que o esgotamento profissional entra na classificação”, anunciou Tarik Jasarevic, porta-voz da OMS.

Uma pesquisa feita pela International Stress Management Association (Isma-BR) estima que 32% dos brasileiros sofram de síndrome de burnout e, destes, mais de 90% continuam trabalhando, o que pode gerar um aumento gradativo nos sintomas3.

Quais são os sintomas da síndrome de burnout?

Os sintomas da síndrome de burnout surgem de forma leve e tendem a piorar ao longo dos dias, se a situação no ambiente de trabalho continuar estressante e exaustiva.1

Alguns dos sintomas são cansaço excessivo (físico e mental), dores de cabeça frequentes, insônia, dificuldades de concentração, sentimentos de fracasso e insegurança, isolamento, fadiga, pressão alta, dores musculares, problemas gastrointestinais, entre outros.1

Como evitar a síndrome de burnout:

1) Liste suas preocupações

Manter os problemas apenas na sua memória pode atrapalhar na hora de solucioná-los. Por isso, procure fazer uma lista com tudo que precisa ser resolvido e suas preocupações. O que você não pode resolver, deixe de lado. Dê atenção apenas ao que puder mudar, de acordo com as prioridades.4

2) Faça exercícios de respiração

Quando começar a sentir inquietude, agitação e batimento cardíaco acelerado, pratique a respiração diafragmática: coloque as mãos na barriga, puxe o ar pelo nariz, inflando a barriga, e solte lentamente pela boca. Repita o processo entre 3 a 10 vezes, até se acalmar.4

3) Tenha momentos de lazer

Reserve algumas horas do dia para fazer algo que te dê prazer, sozinho ou com pessoas que você ama. Assista a filmes e séries, leia livros, convide alguém para jantar ou procure um hobby que te agrade.1

4) Cuide do seu corpo

Fazer atividades físicas regulares, praticar meditação e yoga, priorizar uma alimentação balanceada e natural, manter uma boa rotina de sono e evitar o consumo de bebidas alcoólicas são algumas das medidas que podem ajudar a evitar o estresse e a síndrome de burnout.1

Gostou das dicas? Compartilhe com seus amigos e familiares. Se os sintomas da síndrome de burnout aumentarem, converse com alguém de confiança e procure um psicólogo.

 

Fontes:

  1. https://saude.gov.br/saude-de-a-z/saude-mental/sindrome-de-burnout
  2. https://www.crmpr.org.br/OMS-inclui-a-sindrome-de-burnout-na-Classificacao-Internacional-de-Doencas-11-51611.shtml
  3. https://www.huffpostbrasil.com/entry/burnout-ajuda_br_5d49b8e4e4b0244052e232fa
  4. https://economia.estadao.com.br/blogs/radar-do-emprego/saude-mental-de-profissionais-e-posta-em-evidencia-compandemia/

Gostou? Compartilhe: