Restabelece
o trânsito intestinal.1

O que pode causar a constipação?

14 de abril de 2019

Quando as fezes permanecem mais tempo do que deveriam no intestino, elas se tornam ressecadas e duras. Essa demora para atravessar o intestino pode ter diversas causas, desde as simples, como baixa ingestão de água ou fibras, até doenças mais graves, como tumores. Normalmente, a constipação não está relacionada à nenhuma causa grave, mas é fundamental consultar um médico para obter o diagnóstico e tratamento adequado.

Dentre os principais causadores da constipação, podemos citar:

  • 1. Baixa ingestão de líquidos;
  • 2. Dieta inadequada, com elevado consumo de carboidratos;
  • 3. Baixo consumo de fibras;
  • 4. Alterações na rotina, como viagens;
  • 5. Sedentarismo;
  • 6. Consumo excessivo de laticínios;
  • 7. Gravidez;
  • 8. Estresse;
  • 9. Efeito colateral de alguns medicamentos;
  • 10. Abuso no uso de laxativos.

Além disso, algumas doenças podem contribuir para a ocorrência da constipação, como:

  • 1. Diabetes mellitus;
  • 2. Hipotireoidismo;
  • 3. Depressão;
  • 4. Distúrbios de ansiedade;
  • 5. Esclerose múltipla;
  • 6. Doença de Parkinson;
  • 7. AVC (Acidente Vascular Cerebral);
  • 8. Câncer do cólon;
  • 9. Câncer do reto;
  • 10. Síndrome do intestino irritável.

Após a orientação médica, o tratamento da constipação costuma ser iniciado pela alimentação, incluindo maior consumo de fibras, frutas, legumes e verduras. Cereais enriquecidos com fibras, farelo de trigo, mamão e ameixa preta são alimentos que também podem ajudar bastante na motilidade intestinal. Outras opções de alimentos que ajudam contra a prisão de ventre você vê aqui.

A ingestão de água é um ponto fundamental. Se possível, o ideal é ingerir cerca de 2 litros de água por dia.

Como já vimos aqui, a prática de exercícios físicos é extremamente útil para aliviar a prisão de ventre. A atividade física regular melhora o funcionamento da musculatura intestinal e abdominal, além de estimular a própria motilidade do cólon.

Entre os tratamentos medicamentosos disponíveis, está a Lactulona. À base de lactulose, atua fisiologicamente no intestino, ou seja, auxilia o organismo em suas funções normais, restabelecendo a função regular do intestino intensificando o acúmulo de água no bolo fecal.

Lembre-se de consultar seu médico para obter o diagnóstico correto e o tratamento mais adequado para o seu caso.

Gostou? Compartilhe:


Notice: Undefined variable: related_post_title_option in /home/storage/6/97/75/devlactulona/public_html/wp-content/themes/lactulona-child/functions.php on line 912